CANTEIRO DE OBRAS: PORQUE INVESTIR EM SEGURANÇA

Estruturas temporárias montadas para o canteiro de obras podem apresentar vulnerabilidades específicas. Veja como uma empresa de segurança pode ajudar!

Publicado originalmente em 24 de abril de 2018

Seja durante uma construção, uma expansão ou mesmo uma reforma, a estrutura de um canteiro de obras expõe o empreendimento a riscos. Considerando perdas possíveis e valores agregados, as principais ocorrências são pequenos furtos e a possibilidade de acidentes internos com veículos. Assim, é importante realizar um levantamento das vulnerabilidades e definir um orçamento a ser investido em segurança. Apostar nisso pode, inclusive, evitar surpresas desagradáveis que afetem o prazo de entrega da obra.

 
Para essa definição, é preciso que o gestor da obra compreenda quais as possibilidades e responsabilidades de uma empresa de segurança nessa operação. É indispensável implantar projetos realistas e flexíveis, que possam atuar nas várias fases da obra e de acordo com a necessidade de cada momento. Veja a seguir alguns tópicos a levar em consideração para garantir a segurança de um canteiro de obras!
 
 
 
Compreender os riscos
 
 
Por se tratarem de estruturas temporárias, é comum que os canteiros tenham instalações de tapume com fechaduras precárias. Com isso, o risco de pequenos furtos aumenta. Entre os itens mais visados estão materiais e equipamentos de construção civil, objetos pessoais dos funcionários e até mesmo peças e combustível de veículos e máquinas estacionados no local. Em obras mais complexas, é possível também que o canteiro tenha áreas administrativas. Computadores, telefones e impressoras também podem ser alvo de roubos. Outro risco é a possibilidade de atropelamentos e acidentes com a circulação interna de veículos.
 
É papel da empresa de segurança compreender os detalhes do espaço e, com isso, as necessidades da segurança. A partir desse levantamento, será possível propor um plano de ação realista e adequado para a situação.
 
 
 
A função da empresa de segurança no canteiro de obras
 
 
Em canteiros de obra, a principal atuação de uma empresa de segurança é no controle de acesso e de fluxo de pessoas e veículos. O procedimento adotado pelos profissionais no local varia de acordo com as dimensões e riscos agregados a cada obra. Sua ação pode incluir a revista de pessoas e bolsas na entrada e saída, o controle e registro de veículos, a conferência de crachás de autorização, rondas periódicas, checagem de trancas, etc.
 
A presença do vigilante no local é parte de uma série de ações que têm como objetivo evitar ocorrências. O dever desse profissional é estar ciente e comprometido com todo o processo de segurança definido no planejamento. Ele deve se certificar de que ele seja totalmente cumprido. Isso envolve, por exemplo, garantir que as rondas sejam realizadas nos horários corretos e que apenas pessoas autorizadas entrem ou saiam do canteiro.
^