CUIDADOS COM A PROTEÇÃO PESSOAL NO FINAL DO ANO

O aumento da circulação de pessoas, seja para as compras ou festas de final de ano, exige cuidados especiais com a proteção pessoal. Confira as dicas!

Publicado originalmente em 30 de novembro de 2017

A cena é comum e se repete em todo final de ano: ruas mais cheias, trânsito intenso, shoppings movimentados, bares e casas noturnas com mesas lotadas, etc. Com mais dinheiro e pessoas circulando pelos centros comerciais das cidades e pontos de reunião e lazer, aumenta também o risco de crimes como furtos, assaltos e sequestros-relâmpago.

Nesta época, é comum um relaxamento natural e tudo aquilo que foi colocado em prática durante o ano pode acabar esquecido em virtude da excitação pela proximidade das comemorações de final de ano.
 
A G4S, maior empresa de segurança do mundo, preparou um guia com dicas para se proteger e evitar riscos, especialmente nessa época do ano. Confira algumas informações sobre proteção pessoal e prepare-se:
 

Cuidados gerais

Quando estiver em contato com multidões, mantenha seus pertences à vista e não deixe bolsas, mochilas e sacolas nas costas. Leve sempre esse itens à frente do corpo e redobre a atenção com zíperes e bolsos externos. Evite usar itens que chamem atenção, como relógios e jóias. Não carregue muitos cartões de crédito ou grandes somas em dinheiro.
 
Procure sempre deixar um familiar ou amigo ciente de seus passos. Avise horários de saída e chegada, informando atrasos ou mudanças de planos. Manter uma comunicação de hora em hora também é importante para registrar informações, que podem ser necessárias em emergências.
 

Celular: somente o necessário

Na rua ou em espaços com muito movimento, como shoppings centers, evite usar o celular. Ligações e mensagens de texto são distrações que podem facilitar o furto do aparelho. Mantenha o celular guardado na bolsa ou no bolso da frente da roupa. Se precisar usá-lo, entre em estabelecimentos e guarde o aparelho antes de sair novamente. Evite fones de ouvido. Eles “entregam” onde o aparelho está e podem servir de chamariz para assaltantes.
 

Atenção com as crianças

Ao sair com crianças, converse e estabeleça regras. Exemplifique as coisas que ela pode ou não fazer, e oriente sobre evitar contato com estranhos. Segure-a pelas mão e não a perca de vista. Fique sempre atento às roupas e principalmente aos calçados da criança. Em uma situação de sequestro, pode ser mais fácil encontrá-la pelos sapatos, já que roupas podem ser facilmente trocadas ou cobertas.
 
Sistemas de rastreamento em celulares de crianças e jovens também é um método eficaz em situações críticas. Nos trajetos, estipule pontos ao longo do caminho, a fim de ter um local para retorno próximo caso se separem.

 

Nas ruas

Evite andar sozinho, principalmente em locais que não conhece bem. Não é aconselhável utilizar ruas ermas ou muito escuras. Prefira sempre vias mais movimentadas. Fique atento a comportamentos suspeitos. Se identificar alguém te seguindo, mantenha a distância. Atravesse a rua, mude a direção ou entre em um estabelecimento comercial seguro. Manter distância e demonstrar atenção ajuda a evitar assaltos e furtos.
 

No trânsito e no transporte público

Mesmo dentro do carro, do ônibus ou do trem, não descuide dos seus pertences. No carro, mantenha os vidros fechados. Guarde bolsas e objetos de valor no assoalho do banco traseiro, nunca no banco do passageiro. Em situações de exposição, no carro ou no transporte público, o celular não deve ser utilizado. Usando o celular, a pessoa se abstrai do mundo e fica desatenta ao que acontece à sua volta. Com isso, se torna alvo fácil de criminosos, principalmente se estiver próximo de portas ou janelas.
 

No estacionamento

Ao se dirigir para o carro, preste atenção ao redor e analise riscos potenciais. Fique atento para identificar se está sendo observado ou se alguém com atitude suspeita está próximo ao seu veículo. Antes de parar no carro, veja se os pneus estão em ordem e se as portas estão fechadas. Se identificar algum problema, não pare. Volte para o estabelecimento e acione a segurança. Ao entrar no veículo, dê a partida, tranque as portas e saia. Quanto mais tempo dentro de um carro parado, maior o risco de ocorrências. Evite ao máximo parar o veículo na rua. Se não for possível deixar em um estacionamento, escolha lugares de grande movimento.

Bares e casas noturnas

Não aceite bebidas de desconhecidos. Sempre que possível, pegue você mesmo a sua bebida junto ao bar ou ao garçom. Não aceite ser acompanhado por desconhecidos até o seu carro ou até o transporte público. Nunca se sabe quais as intenções da pessoa que acabou de conhecer.

Peça ajuda!

Em ambientes comerciais, não se esqueça: a equipe de segurança está lá para ajudá-lo. Sempre que comprar um item de valor, como eletrônicos ou jóias, fale com o agente de segurança do local. Ele pode acompanhá-lo até o seu carro e, com isso, reduzir o risco de assaltos. Caso se sinta inseguro, perceba que está sendo seguido ou identifique um comportamento suspeito, conte com os agentes. Eles são treinados para lidar com essas situações e sua presença inibe a ação criminosa.
^