BLOQUEIOS E SENSORES: QUAL A MELHOR SOLUÇÃO PARA VOCÊ? (PARTE2)

bloqueio

Publicado originalmente em 14 de novembro de 2017

Indicados para controle de acesso e de segurança, os bloqueios e sensores oferecem opções avançadas de tecnologia para diversos tipos de necessidade operacional.  Nessa segunda parte do artigo especial sobre sensores e bloqueios, conheça um pouco mais sobre os sensores com tecnologia biométrica e como eles podem ajudar no controle de acesso autorizado:

SENSORES

Para um melhor controle de acesso, alguns bloqueios utilizam sensores de alta performance para garantir maior segurança, pois restringem ou evitam o acesso de pessoas não identificadas a um determinado local. 

 

 

Biometria – Impressão digital

Permite a leitura das impressões digitais de um indivíduo, previamente cadastradas em um sistema. Um dos métodos mais conhecidos de biometria, ele não é eficaz em pessoas com perda da impressão digital.

 

 

Biometria – Impressão digital mais veias do dedo

Permite, ao mesmo tempo, a leitura das veias do dedo e da impressão digital de um usuário, previamente cadastrado em um sistema. Altamente confiável por oferecer as duas formas de identificação. Ideal para usuários com perda da impressão digital. 


Biometria – Leitura das veias das mãos

Leitura do padrão vascular (veias e artérias) das mãos de uma pessoa, previamente cadastrada em um sistema. Altamente confiável por se tratar de um fator único e difícil de ser falsificado.

Biometria – Geometria  da mão

Analisa, ao mesmo tempo, a forma, o comprimento dos dedos e as linhas das mãos de um usuário, previamente cadastrado em um sistema.  Ideal para usuários com perda de impressão digital.

Biometria – leitura da íris

Uma das mais confiáveis biometrias disponíveis, devido a sua confiabilidade. A íris não segue nenhum padrão genético e não sofre nenhum tipo de alteração desde o nascimento da pessoa até a sua morte. Ideal para ambientes que demandem autenticação instantânea.

Biometria – Reconhecimento Facial

Identifica uma pessoa através da sua face, com base em dados de imagens previamente cadastradas. Seu reconhecimento pode ser estático ou em movimento, no caso de modelos mais avançados.
 

Cartão de proximidade

Leitura do cartão por radiofrequência. Mais confiável e durável que o código de barra.


QR code

Leitura de QR Code (código de barras 2D) por meio de aparelhos celulares que tenham câmeras fotográficas.
 

Código de Barras

Leitura de códigos de barra impressos em cartões flexíveis ou crachás de funcionários. Tem baixo custo.
 

Sensor de dispositivos móveis

Realiza o controle de acesso com sensores que identificam o dispositivo cadastrado. Usa dados criptografados e tecnologia compatível com os principais modelos de smartphone e wearable devices como smartwatches. 
 
A G4S recomenda consultar um especialista em automação e segurança antes de contratar qualquer tipo de bloqueio ou sensores. Somente uma análise prévia é capaz de indicar a melhor tecnologia para cada caso.
 
^