A NOVA ERA DO FACILITY MANAGEMENT: A SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA?

imagem padrao

Para zelar pelo bem-estar do ambiente educacional, compartilhamos três dicas de vital importância em escolas, faculdades e universidades.
 
1. Dê atenção especial ao fluxo de entrada e saída de alunos
A concentração de pessoas nesses dois momentos pode facilitar a entrada de pessoal não autorizado e a ocorrência de incidentes durante o desembarque de alunos.

Para reduzir o risco, adote um controle inteligente do acesso, com o registro digital por biometria, crachá ou pulseiras. Esses sistemas fornecem a informação exata do fluxo e, caso necessário, auxiliam pais e professores a localizar alunos.

No caso de educação infantil, também é importante manter um profissional dedicado a orientar o desembarque do transporte escolar e a movimentação dos alunos na rua.
 
2. Garanta que todos os profissionais estejam alinhados
A segurança da instituição ultrapassa a figura do vigilante. Inspetores, supervisores, recepcionistas e porteiros podem auxiliar na tarefa, formando uma camada adicional de proteção para alunos, professores e colaboradores.

Mas, para que esse cenário funcione, é necessário que os profissionais tenham um padrão de atendimento coerente e único, alinhado com o estilo e a filosofia da instituição de ensino.

Se a sua segurança é terceirizada, avalie se a empresa é capaz de oferecer esse treinamento e integração.
 
3. Busque profissionais com experiência em instituições de ensino
Instituições de ensino são ambientes sensíveis, especialmente pela presença de crianças e adolescentes. Profissionais de segurança acostumados a proteger empresas nem sempre tem a experiência e a expertise necessárias para lidar com alunos.

Se optar por uma empresa terceirizada, leve em conta o histórico de seus profissionais em ambientes estudantis e avalie a capacidade de fornecer soluções personalizadas. Procure conversar com os clientes da prestadoras de serviços para saber se eles recomendam a contratação — ou peça uma visita técnica. Será mais fácil descobrir se a empresa está apta a cuidar da sua instituição. 

Quer saber mais? Confira aqui a segunda parte das nossas dicas de segurança.
^